Operation Dragonfire

Com a missão de conseguir a mesma popularidade que a animação de G.I. Joe na Sunbow/Marvel que a precedeu, a DIC trouxe de volta algumas coisas em sua primeira minissérie para tornar a experiência familiar. Para começar, Doug Booth foi chamado para escrever o roteiro. Ele já havia escrito o episódio My Favorite Things, da segunda temporada da série um.

Além disso, a conhecida fórmula de Ron Friedman, “objetos espalhados pelo mundo que cada equipe tem que conseguir primeiro” está de volta. Muito da trilha sonora é aproveitada da versão anterior, e a música de abertura ainda é a mesma, como se pode ver abaixo.

Percebam que há algumas mudanças na letra, considerando que G.I. Joe é uma equipe ao invés de um indivíduo, e internacional ao invés de somente americana. Além disso, as menções ao Cobra foram removidas. Abaixo, a transcrição para facilitar o entendimento:

Yo Joe!

They’ll fight for freedom wherever there’s trouble,
G.I. Joe is there!

G.I. Joe
[International Heroes]
G.I. Joe is there!

It’s G.I. Joe against the ruthless enemy,
fighting to save the day!

They never give up, they’re always there
Fighting for freedom over land and air!

G.I. Joe
[International Heroes]
G.I. Joe is there!

G.I. Joe is the codename for an international,
highly trained, special mission force!
It’s purpose, to defend human freedom against
a ruthless terrorist organization
determined to rule the world!

They never give up, they’ll stay ‘till the fight’s won
G.I. Joe will dare!

G.I. Joe
[International Heroes]
G.I. Joe!

Yo Joe!

Eles lutarão pela liberdade onde quer que haja problemas,
G.I. Joe estará lá!

G.I. Joe
[Heróis Internacionais]
G.I. Joe estará lá!

É o G.I. Joe contra um inimigo impiedoso,
lutando para salvar o dia!

Eles nunca desistem, eles sempre estão lá
Lutando pela liberdade na terra e no ar!

G.I. Joe
[Heróis Internacionais]
G.I. Joe estará lá!

G.I. Joe é o nome código para uma força especial internacional
altamente treinada!
Seu propósito, defender a liberdade humana contra
uma organização terrorista impiedosa
determinada a dominar o mundo!

Eles nunca desistem, eles ficarão até a batalha estar vencida
G.I. Joe ousará!

G.I. Joe
[Heróis Internacionais]
G.I. Joe!

A história

A trama começa quando o Cobra planeja roubar uma força natural chamada Dragonfire, que os ancestrais de um monastério tibetano conseguiram transformar em arma que usam para autodefesa. Nem os próprios monges sabem direito como ela funciona, apenas seguem instruções passadas de geração em geração, que inclui um livro que ninguém mais consegue ler e ensina como fazer para usar essa força para o ataque.

Para obter informações sobre seu funcionamento e como roubá-la, Destro planta um Crimson Guard infiltrado no templo.

Coincidentemente, o templo fica em uma montanha que tem uma vila em seu sopé, na qual membros do G.I. Joe estão ajudando a trazer eletricidade. Quando o Cobra ataca o monastério, forçando os monges a usar o Dragonfire para se defender, os Joes estão ali para ajudá-los, levando junto a um repórter nada amistoso chamado Leonard Michaels. Curiosamente, ele demonstra coragem em batalha a salva o Sgt. Slaughter, que o contrata para a equipe Joe bem ali na hora, assumindo o nome de código Scoop.

Claro que, no fim, ele é mais um CG infiltrado. Quem sabe, na próxima, o sargentão não resolve seguir o procedimento e pedir uma checagem de antecedentes antes de alistar alguém em uma equipe de elite, não é?

Os Infiltrados.

Quando os monges usam o Dragonfire para proteger suas estátuas de ouro no templo, o CG infiltrado consegue informações sobre como ativar a arma, um mapa que mostra locais ao redor do mundo no qual o mesmo fenômeno pode ser encontrado, e o livro que ninguém consegue decifrar. Além disso, com sua ajuda e a de Scoop, o Cobra consegue invadir o monastério.

De posse do Dragonfire no Tibete, o Cobra procura os outros pontos do mapa em que a força pode ser encontrada, para que possam utilizá-la para dominar o mundo. O segundo local fica em uma área de cavernas no continente europeu. Por sorte, Scoop mostrou o mapa para o G.I. Joe em um impulso, e os mocinhos conseguem chegar à região com antecedência para tentar impedi-los.

Enquanto tudo isso acontece, nos bastidores, uma conspiração para trazer de volta o Comandante Cobra é arquitetada. Mas, antes de prosseguir contando esta parte, acho melhor alertar que, ainda que esta minissérie seja o mais perto que a DIC chegou do padrão Sunbow/Marvel, a maneira como decidiram trazer o Comandante de volta é especialmente frustrante e já dá o tom de como será o desenho nesta fase.

Voltando ao assunto em questão, logo no início da história, Zarana casualmente anuncia para a Baronesa que ela assumiu seu lugar como namorada do Destro. Despeitada, a vilã bola um plano para trazer de volta à forma humana o Comandante Cobra, que está transformado em naja desde os eventos de G.I. Joe – The Movie, e assim vingar-se do pé-na-bunda que levou. Se isso não é uma motivação feita de forma preguiçosa e que não combina com os personagens envolvidos, não sei o que mais pode ser.

Mantenha seus amigos perto e seus inimigos transoformados em cobra em uma bolha de vidro em sua sala de situação.

Baronesa, então, convence Gnawgahide a ajudá-la em seu plano sem nenhum esforço, mesmo teoricamente ele estando sob o comando de Zarana nos Dreadnoks. Ambos aproveitam a distração da tomada do segundo ponto do Dragonfire para sequestrar o Comandante e usar uma máquina desenvolvida pela própria Baronesa para reverter sua transformação. O problema é que o dispositivo não é potente o suficiente.

Mas eis que ela dá a sorte de ter escolhido um ponto em que os antigos haviam marcado como sendo o local de convergência do Dragonfire. Além disso, eles usavam uma máscara para fazer um ritual em que usavam a força natural justamente para converter pessoas em animais! Puxa, que conveniente!

A Baronesa conseguiria energia para sua máquina só canalizando o poder de anticlímax de toda essa subtrama pavorosa.

Depois de dar essa baita sorte, a Baronesa consegue converter novamente o Comandante enquanto o Cobra domina a segunda localidade, apesar dos melhores esforços do G.I. Joe. No entanto, ela não aguenta a força do ritual e desmaia em cima do equipamento, danificando-o e interrompendo o processo no meio, e deixando seu antigo líder em uma forma híbrida entre cobra e homem.

Se era pra voltar assim, preferia ter continuado como uma cobra!

O próximo local do Dragonfire é um templo cheio de armadilhas na América do Sul. O G.I. Joe chega primeiro e Scoop descobre escritas nas ruínas e envia as imagens para o seu amigo Crimson Guard (o mesmo que estava antes infiltrado no templo tibetano), que agora havia virado um Alley Viper e estava liderando a equipe de invasão deste ponto.

Enquanto este último envia as informações para os computadores do Terrordrome decifrarem, resolve aproveitar o acesso e mandar a ficha do Scoop para ele dar uma xeretada. Para a surpresa deste, suas informações de alistamento estão classificadas como confidenciais. Mas eis que, por mais uma daquelas coincidências, bem nesse momento, uma barata rói um cabo interno do computador na base Cobra e libera o acesso para ele. Conveniência é tudo.

Ele, então, assiste um vídeo no qual Destro ordena o recrutamento de Scoop, mas ressalta que o recrutador deve mentir para ele, afirmando que a sua casa foi incendiada não pelo Cobra como de fato ocorreu, mas pelo G.I. Joe. Isso daria motivação ao aspirante. Agora ciente da verdade, Scoop começa a rever suas alianças e usa as informações que seu amigo Alley Viper traduziu para ajudar oa Joes a entrarem no templo.

Enquanto Scoop falava com o Alley Viper, o Comandante Cobra, a Baronesa e o Gnawgahide, também no local, interceptam a frequência da comunicação e também conseguem entrar no templo, antes dos Joes.

Usando a máscara de ritual que a Baronesa havia utilizado para reverter a transformação do Comandante, este transforma simpáticos macaquinhos em monstros que expulsam a equipe Joe, deixando o ex-líder Cobra de posse do Dragonfire.

Acreditando que foi levado para uma armadilha, e desconfiado há tempos de Scoop, Low Light o pressiona a confessar que é um espião Cobra.

Scoop consegue se libertar e voltar ao Cobra para espiar para os Joes, com a ajuda de Stalker, que está completamente convencido de que o espião inimigo que conheceu há três dias é um sujeito ponta-firme. Low Light, que é o único que parece ter um pouco de noção da realidade, se separa dos Joes em fuga para perseguir o ex-traidor.

No templo, o Comandante Cobra encontra a unidade de Alley Viper e consegue descobrir um jeito de usar o poder da Dragonfire que transforma animais em humanoides para incrementar o poder de veículos e soldados, criando assim a Python Patrol.

É então que chega Serpentor, sozinho com o piloto em um Cobra Condor Z25. Com a ajuda de Low Light disfarçado de Night Viper, o Comandante Cobra consegue prender o Imperador Cobra e transformá-lo em uma iguana.

Tragam-me insetos! Isto é uma orrrdem!

Com Serpentor fora da jogada, o Comandante Cobra faz um acordo com Destro para ceder o templo com o Dragonfire em troca do retorno de sua antiga aliança. Baronesa tem uma condição: que o contrabandista largue Zarana e volte a ficar com ela, o que ele aceita imediatamente.

Erm… Ok? Acho que tudo está bem quando acaba bem, né?

A última e mais poderosa localização do Dragonfire se encontra na América do Norte, em mais um templo, desta vez construído pelos ancestrais de Spirit, e seu povo sabe usar a arma para defender a edificação.

Com o Cobra dominando a tecnologia do Dragonfire, o G.I. Joe não é páreo para eles, mesmo estando de posse de uma das localidades. Por sorte, Scoop, que agora está infiltrado na organização terrorista, consegue passar a frequência utilizada pelos vilões, e os Joes conseguem neutralizar suas defesas, provando a Low Light de uma vez por todas que o repórter/Crimson Guard/calouro Joe é um cara legal, e abrindo espaço para a vitória.

Ficha técnica:

Roteiro: Doug Booth
Direção e Produção: Michael Maliani
Direção de voz: Marsha Goodman, Doug Parker, Ginny McSwain e Victor Villegas

Títulos dos apisódios: Operation Dragonfire Day 1, Operation Dragonfire Day 2, Operation Dragonfire Day 3, Operation Dragonfire Day 4 e Operation Dragonfire Day 5.

Elenco de voz:

Narrador aberturaJackson Beck
ScoopMichael Benyaer
Crimson Guard/Alley ViperJim Byrnes
Rock & RollKevin Conway
GnawgahideIan James Corlett
ZaranaLisa Corps
StalkerLee Jeffrey
Comandante CobraChristopher Latta
Destro/Low Light/SerpentorMaurice LaMarche
BaronesaMorgan Lofting
MuttDale Wilson
Sgt. SlaughterRobert Remus