G.I. Joe – A Real American Hero nº 12 | Three Strikes for Snake-Eyes

Capa de ARAH nº 12.

Editora: Marvel
Roteiro: Larry Hama
Lápis: Mike Vosberg
Arte-Final: Glynis Wein
Letrista: Rick Parker
Colorista: Christie Scheele
Editor: Danny O’Neil
Editor-chefe: Jim Shooter
Publicação: Junho de 1983

Brasil:

Comandos em Ação nº 12 | Três Pontos para Snake-Eyes

Capa de CeA nº 12. Perceba o carimbo que diz Cortesia, e adiciona que a venda é proibida.

Editora: Globo
Publicação: Julho de 1988
Tamanho: Formatinho

Nota: este número é que foi o último a ser impresso no Brasil pela Editora Globo. A edição parece não ter chegado às bancas e só conseguimos ter essa pequena preciosidade por sorte. Em 1988, o pai de um colega de classe que trabalhava na editora deixou o filho distribuir umas revistas na minha sala e tinha uma dessas no meio. Está na nossa coleção desde então e pode ser a única cópia que sobrou.

Personagens na edição: Scarlett, Clutch, Breaker, Hawk, Gen. Flagg, Stalker, Gung Ho, Breaker, Snake-Eyes, Dr. Venom, Kwinn, Baronesa, Scarface e Cobra Soldiers.

Scarlett, Clutch e Breaker encurralam uma unidade cobra transportando chips de orientação de mísseis misturados a circuitos de videogames com destino a Sierra Gordo, uma República de Bananas na América do Sul à beira da revolução.

Stalker, Gung Ho, Breaker e Snake-Eyes recebem a missão de investigar a empresa que importou os chips chamada Naja Hana. Mas a presença do Dr. Venom no local mostra aos joes que o Cobra deve estar tramando algo muito maior que contrabando.

Como alguém iria desconfiar?

Ao final, a pequena ilha em que estão Dr. Venom, Snake-Eyes e Kiwnn é bombardeada. No Brasil, nunca chegamos a saber o que aconteceu com eles.

Esta edição marca a volta de alguns coadjuvantes apresentados durante os números anteriores, como Dr. Venom e Kwinn.