Beach Head

Beach Head foi lançado originalmente em 1986 como parte da série cinco de G.I. Joe. Seu nome pode ser traduzido como Cabeça-de-Praia, termo militar que significa uma posição tomada em uma praia de onde se pode lançar um ataque ao inimigo.

Informações da ficha:

Nome de código:

Beach Head

Ranger

Nome de arquivo: Sneeden, Wayne, R.
Número de série: RA 011-60-9231
Especialidade Primária: Infantaria
Especialidade Secundária: Small Arms Amorer
Graduação: E-6
Local de nascimento: Auburn, Alabama

Beach Head foi um instrutor de campo na Escola de Rangers em Forte Benning1 e Observador / Conselheiro na Escola de Operações Secretas na América Central. Ele é meticuloso, paciente e obstinado. Gosta de acordar às 05:00 horas para fazer uma corrida de dezesseis quilômetros e uma sessão de treinamento físico antes do café da manhã. Ele gosta de ficar agachado ao lado de uma trilha na selva por três dias seguidos esperando para emboscar caras maus que talvez nunca apareçam. O que ele odeia são pessoas que não estão interessadas em dar o melhor de si. Especialista qualificado em todas as armas leves da OTAN e do Pacto de Varsóvia.
“A maioria das pessoas se enfurece de vez quando ou pelo menos fica irritada – mas não o Beach Head. Ele acha que a raiva é um desperdício de tempo e energia. Ira obscurece a visão e polui a lógica. Fúria prejudica o julgamento e deixa você descuidado. Os resultados da raiva são totalmente inaceitáveis para Beach Head. Ele não fica com raiva … ele se vinga.”

1 – Posto do Exército americano localizado na Geórgia.
Ei, Beach Head, acho que tem alguma coisa errada com o Bomb Disposal!

Animações

Sunbow

Beach Head apareceu pela primeira vez na animação da Sunbow na minissérie Arise Serpentor Arise. No desenho, ele era o quarto na hierarquia de comando, atrás apenas do Gen. Hawk, do Duke e do Flint.

Nos EUA, sua voz era interpretada por William Calaway, e no Brasil por Garcia Neto.

Beach Head em Arise Serpentor Arise.

HQs

Marvel

Wet-Suit apareceu pela primeira vez nas HQs da Marvel em G.I. Joe – A Real American Hero nº 47.

Eels em ARAH nº 47 (traço de Rod Whigham).